Viaje na história do Jaraguá

Entre o mar e o centro da cidade, o Jaraguá é a própria história de Maceió, da civilização do açúcar do século 19, da vila de pescadores que viria a se tornar a capital das Alagoas. Ainda hoje, o bairro respira as memórias de um povoado marcado pelo aroma do melaço, pelo comércio pujante e o vai-e-vem dos navios e das jangadas de velas brancas. Para viajar nessa história vale caminhar pelas ruas de pedra onde ainda se vislumbra a arquitetura dos antigos armazéns de algodão e açúcar, muitos hoje transformados em espaços culturais ou comerciais, além de praças, museus e poucos bares que preservam a atmosfera boêmia que o Jaraguá já viveu.

Confira aqui uma lista de atrações do primeiro bairro de Maceió.

EXPOSIÇÃO DE ARTE POPULAR DO IPHAN 

Foto: Pei Fon

O Iphan sedia a exposição “A Invenção da Terra” – Coleção Tânia de Maya Pedrosa, que reúne cerca de 1000 obras de grandes mestres da cerâmica, escultura em madeira e arte sacra do Nordeste. A mostra conta com uma exposição interativa em nove monitores touchscreen, com histórias sobre os artistas, documentários e fotos apresentados com a mais alta tecnologia disponível para museus no Brasil.

ARQUITETURA DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MACEIÓ

Foto: Pei Fon

O prédio da Associação Comercial é um dos inestimáveis patrimônios arquitetônicos da capital alagoana, que testemunha uma época de pujança comercial que o bairro viveu no início do século 20, com intensas relações internacionais. O projeto de inspiração neoclássica é do italiano Luiz Lucarini. O acervo do espaço, que hoje abriga dois museus, apresenta a história do porto de Maceió, com mapas de navegação, gravuras de piratas e índios antropófago, além de registros das histórias da Civilização do Açúcar.

MUSEU DA IMAGEM E SOM

Foto: Pei Fon


O prédio de 1869 guarda as memórias da comunicação e os principais acontecimentos políticos, sociais e artísticos de Maceió. O espaço sedia também exposições de relevantes artistas plásticos e fotógrafos internacionais.  Em frente ao prédio existe uma Estátua da Liberdade que, segundo suposições não confirmadas, foi produzida pelo francês Frédéric Auguste Bartholdi, também autor do monumento que hoje é o cartão-postal de Nova Iorque.

PRAÇA DOIS LEÕES

Foto: Pei Fon

Recanto verde preservado na arquitetura histórica do Jaraguá, exibe um obelisco de 1922 e as esculturas dos leões que dão nome à praça.

FUNDAÇÃO TEOTÔNIO VILELA

Foto: Pei Fon

Guarda a biblioteca pessoal do importante político Teotônio Vilela, com aproximadamente 2.500 livros, fotos e o registro da sua trajetória pessoal e política. É decorada com elementos da cultura popular alagoana.

IGREJA MÃE DO POVO

Foto: Pei Fon

Erguida em 1820 em meio a cabanas de pescadores do começo da Pajuçara, sediou os primeiros casamentos, batizados e festejos populares da capital.

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO

Av. da Paz, 1422 - Centro
Maceió/AL - CEP 57020-440

+55 82 3336 3650
contato@experimentemaceio.com.br

Experimente Maceió. Todos os direitos reservados

SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO

Av. da Paz, 1422 - Centro
Maceió/AL - CEP 57020-440

+55 82 3336 3650
contato@experimentemaceio.com.br

Experimente Maceió. Todos os direitos reservados

Scroll Up