Silencie-se no preservado litoral norte

Pegue um extenso coqueiral paralelo a uma praia semi-deserta, acrescente um riacho de água doce se misturando ao oceano repleto de recifes. Entre o mar e a floresta, despeje toneladas de areias macias. Salpique algumas cabanas de pescadores, uma igrejinha secular e fornos de barro, onde, há séculos, famílias de quituteiras fabricam uma diversidade de receitas à base de mandioca, incluindo doces, tapiocas e bolos quentinhos. Está aí o lugar que inspirou José Lins do Rego a escrever, em 1939, sua clássica obra Riacho Doce. Como se sabe, a praia de mesmo nome, onde se desenrola o romance, fica a pouco mais de dez quilômetros das enseadas mais frequentadas de Maceió, como a agitada Ponta Verde.

Foto: Tom Alves

No livro, o celebrado escritor usa de sua linguagem envolvente para retratar um Nordeste rústico, embalado por um ritmo próprio, com sabores, formas, cores e aromas intensos. Nesse aspecto, pouca coisa mudou de lá pra cá. Se a protagonista da obra, a sueca Edna voltasse para visitar Riacho Doce nos dias de hoje se extasiaria com a mesma força tropical com a qual ela se deparou à época. Apesar da proximidade com o centro da capital, boa parte das praias do chamado litoral norte de Maceió permanecem resguardadas do zum zumzum urbano em meio a uma natureza vibrante. De Guaxuma até Ipioca, a trilha sonora que ainda mais se ouve à beira-mar vem do vento balançando os coqueirais ou do quebra-mar mais agitado em algumas praias como Guaxuma e Garça Torta.

Quem se refugia nesse recanto silencioso da capital, porém, encontra mais do que uma amostra da natureza preservada e ou resquícios da cultura tradicional, como os fornos de Riacho Doce. Nos últimos anos, além de artistas que montaram ali seus ateliês e esportistas que frequentam as praias regularmente, alguns empreendimentos têm contribuído com a formação de uma nova cena turística muito interessante. Os novos investimentos se valem do sossego de praias de clima hippie, alguns points de surfe o charme de alguns poucos, mas interessantes restaurantes dedicados às cozinhas francesas, peruana e mineira que se somam a algumas barracas simples e bastante agradáveis que servem frutos do mar fresquíssimos em praias mansas de pescadores.

 

 

 

 

 

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO

Av. da Paz, 1422 - Centro
Maceió/AL - CEP 57020-440

+55 82 3336 3650
contato@experimentemaceio.com.br

Experimente Maceió. Todos os direitos reservados

SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO

Av. da Paz, 1422 - Centro
Maceió/AL - CEP 57020-440

+55 82 3336 3650
contato@experimentemaceio.com.br

Experimente Maceió. Todos os direitos reservados

Scroll Up